A força das pessoas

O tamanho da empresa é indiferente no que se refere ao desafio de formar pessoas, pode ser uma multinacional ou uma microempresa. O desafio sempre está na lista das preocupações dos gestores ou empresários. Qualquer empresa que deseja obter crescimento depende da qualidade do trabalho das pessoas que são captadas ou que empregam. As empresas, para crescerem, precisam ter as pessoas com alto desempenho e é de responsabilidade destas fazer as pessoas obterem um nível de desempenho excelente.
Tudo se inicia na escolha da pessoa certa para o trabalho certo. Nenhum treinamento, processo de coaching ou mentoria desenvolve pessoas que foram contratadas para funções que não tinham habilidades tampouco paixão pelo que fazem. Contratar significa identificar talentos, alinhar propósitos e valores, apresentar o contexto da empresa e definir expectativas da empresa e do profissional. Este é o primeiro passo para obter desempenho excelente e alavancar resultados.
Uma vez contratada, o segundo passo se refere ao aprendizado. A forma com que a pessoa passa a ganhar experiência deve ser estimulado de diversas maneiras, com treinamento teórico, aprender com a prática, aprendizados a partir do erro, oportunidade para encontrar soluções, conversas voltadas para o desenvolvimento. Em cada momento existe uma necessidade específica de desenvolvimento, é necessário entender qual é a necessidade para alavancar a performance individual e da equipe.
A partir de novos inputs de aprendizados e da repetição, os aprendizados vão se consolidando, gerando uma maior confiança na função. Cada vez que a pessoa ganha confiança é momento de seguir para o terceiro passo: Desafiar. As mais recentes pesquisas feitas pelos neurocientistas da Neuroleadership Institute afirmam que as pessoas dão o seu melhor quando são desafiadas e assumem novos riscos. É necessário criar sempre novos desafios para estimular o desenvolvimento. Ao se depararem com desafios alcançáveis as pessoas tendem a obter melhores resultados e a se tornarem conscientes da sua capacidade de se desenvolver.
Porém, é importante ter a consciência de que desempenho é individual, diversos fatores como; genética, inteligência aaaemocional, quociente intelectual e habilidades impactam a performance do indivíduo. O ambiente em que as pessoas trabalham também é chave para a performance, se positivo ou punitivo. Uns tem alto desempenho outros podem ter baixo desempenho, no entanto, o que importa é saber se a pessoa está fazendo tudo que é capaz de fazer e se o cargo ocupado por ela está correto. Outro ponto que deve ser evitado seria julgar performance sem a percepção sobre a satisfação com a função, habilidades exigidas para a função e percepção sobre a preparação para o que é desejado.
Assim sendo, é essencial para toda empresa ter uma liderança capaz de promover o desenvolvimento das pessoas. Bons lideres sabem que é necessário ter um tempo da sua atividade voltada para o desenvolvimento do outro, não se incomodam em promover um desconforto saudável no outro, identificam naturalmente o potencial que existe e a partir dele promovem desafios para o desenvolvimento individual.
Uma vez que a empresa tenha a contratação das pessoas certas, estimula o aprendizado de várias maneiras, desafia o profissional e promove o desenvolvimento individual, o resultado de todos os pilares para alavancar resultados estão atendidos. Os resultados passam a ser sustentáveis e crescentes. Somente com as melhores pessoas é possível ter a melhor empresa.

Compartilhar...Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestShare on TumblrShare on Yummly