Sabedoria é simplificar o complexo

foto 13Você chega na empresa e recebe a missão para realizar um grande e complexo projeto, no qual suas ideias serão usadas para torná-lo realidade. E agora? Já pensou como simplificar as coisas podem trazer benefícios para a sua rotina no trabalho? A chave para isso passa por entender como usar seus pensamentos de uma maneira eficiente. Passa por seu desejo de simplificar o complexo, de focar no importante.

Muitas vezes, ao imaginar um projeto, ficamos pensando em centenas de detalhes, divagando, refletindo sobre nossos pensamentos e tudo o que envolve a execução de uma grande ideia. Olhamos o todo e arregalamos os olhos. Nos assustamos… “como vou fazer agora”, você se pergunta.

As decisões complexas podem ser mais simples do que parecem. O que acontece é que nós enviamos esta mensagem de “alerta” ao nosso cérebro, que já vislumbra que esta ideia será muito difícil de ser concretizada. Mas é uma questão de encontrar a forma certa para fazer. Quando você entende seu cérebro você consegue aproveitá-lo de uma maneira melhor.

O excesso de informação traz a sensação de ansiedade para a entrega, assim como o medo, mas focar nesta emoção não faz o cérebro encontrar as melhores soluções.

Nós tendemos a criar situações complexas, é importante trabalhar com a mente “vazia”, a fim de simplificar os processos.

Quanto mais informações tivermos mais energia nosso córtex pré-frontal gasta, portanto escolha o que é importante pensar em cada etapa do projeto e eduque seu cérebro a trabalhar com menos, para ser mais eficiente. Ele vai gostar disso.

Lembre-se que nosso cérebro trabalha em cima de recompensas. E, ao fazer isso, você prepara sua mente, você a deixa saber que cada etapa é um objetivo a ser alcançado.

Ao separar este grande projetos em blocos é muito mais fácil tomar uma decisão assertiva e obter uma melhor performance. Por exemplo, se você for desafiado a comer um abacaxi inteiro… o que vai fazer?  Enfiá-lo inteiro na boca? Isso com certeza será mais difícil do que cortá-lo em pedaços. E cada pedaço é parte do objetivo. Cada um na verdade é uma etapa que você supera. E um a um você vai engolindo até chegar ao final.

Essa analogia pode ser transferida para sua rotina no trabalho. Antes de tudo você deve conhecer o abacaxi que tem em mãos para se organizar e entender como agir. Para cada etapa você constrói um objetivo e, com isso, você delimita seu tempo.

Simplificar é uma questão de hábito e é a partir do repetição que você promove isso. A partir daí é uma questão comportamental. Pois eu sei e você sabe que somos capazes de tudo, ainda mais quando temos consciência do que estamos fazendo e porque. Ainda mais quando entendemos as recompensas de fazer desta forma.

Então, que tal mudar um pouco o jeito de fazer as coisas?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *